"Eu fico com ciúmes de você quando alguém te abraça, quando você sai com outras pessoas, quando você ri das piadas de outra pessoa, quando você pede ajuda a outra pessoa, e não a mim, quando você sorri para outra pessoa. Eu tenho ciúmes de você. Às vezes é exagero mas, eu tenho medo de lhe perder. Muito medo."

"Você não precisa de alguém que te dê 24 horas de atenção. Você não precisa alguém que concorde com tudo que você resolva fazer. Você não precisa de alguém te mandando mensagens de madrugada todas as noites. Você não precisa de alguém dizendo que o ama de 5 em 5 minutos. Você só precisa de alguém que te aceite e não te mude, que mesmo tendo outras milhões de opções, ainda escolha você."

"Eu quero surpresas! Quero acordar de madrugada com uma ligação dizendo que simplesmente me ama, quero sair de casa pela manhã e receber um buque de flores de um desconhecido com um belo cartão dizendo que você me ama. Quero sair do colégio e ver você encostado no muro do quartel com um sorriso ao me ver. Quero entrar na minha rua e ver você parado na frente do meu prédio, para que assim eu corra e te abrace. Quero estar saindo do cinema com uma amiga e no meio da escada rolante ver a confusão na praça de alimentação, onde você toca nossa música e seus amigos seguram cartazes. Quero você me fazendo surpresas. Um “Casa comigo” ou um “escuta essa música”…só isso."

Te confesso que as vezes você fode com a minha cabeça. Porque olha, uma hora a gente ta bem, ta se tratando bem, ta se apelidando, se dando carinho, mas depois, você muda, me ignora, me da respostas curtas, não retribui a atenção que eu dou, fica num clima que chega a dar raiva. Te confesso também que eu chego a prometer pra mim mesmo que não vou mais correr atrás, que vou deixar você sentir saudades e vir atrás de mim. Mas o problema é que quem acaba sentindo saudades, sou eu.
—  I think, I love you.